Enersugar Bioenergia
Enersugar inicia a safra 21/22 com meta de triplicar a produção

22/05/2021

Enersugar inicia a safra 21/22 com meta de triplicar a produção

Depois da “safra teste” em que recebeu 340 mil toneladas de matéria-prima, a usina estipulou a meta de 1 milhão de toneladas

A Enersugar Bioenergia começou a receber na segunda-feira, 17/05, a matéria-prima da safra 21/22. Os trabalhos foram iniciados depois das novas adequações, melhorias e modernizações realizadas na planta industrial da usina para o seu segundo ano de atividades. A empresa, com sede em Ibirarema, produz açúcar, etanol, levedura e energia elétrica.

A usina está recebendo investimentos desde o ano passado, quando já processou 350 mil toneladas de cana na “safra teste”, e agora se adequou para triplicar a capacidade de processamento e garantir agilidade e eficiência nos processos de produção. A equipe da Enersugar, por meio de trabalho de planejamento, também definiu os indicadores e as metas a serem atingidas em cada um dos setores.

O diretor-geral Melchiades Donizeti Terciotti informou que a moagem começou na segunda-feira e, como é comum para o início de uma operação, foram feitos ajustes e melhorias em alguns setores, como os de moagem e fermentação. Ele disse que todos as falhas verificadas no teste foram sanadas e avalia que, apesar do tempo de paralisação das instalações e das reformas feitas, as ocorrências constatadas foram comuns para o início dos trabalhos de uma usina devido ao nível de complexidade da estrutura industrial.

Melchiades informou também que a operação industrial da Enersugar vai garantir a média de processamento de 310 toneladas de cana por hora, atingindo 7,4 mil toneladas a cada dia em sistema de operação 24 horas. Com esse desempenho, a empresa projetou processar 1 milhão de toneladas de matéria-prima até o final da safra, que deve garantir a produção de 80 mil toneladas de açúcar VHP (alto teor de sacarose) e de 30 milhões de litros de etanol, além 50 mil megawatts/hora (MWh) na cogeração de energia.